REVELAÇÃO DE TOMÉ (300-400 d.C.)

Traduzido[1] por João Azevedo Jr.

Versão I: Fragmento de Verona (século V) e texto de Wilhelm (Munich Clm. 4585, século IX)

Aqui começa a carta do Senhor para Tomé.

Ouve pois Tomé, as coisas que deverão ocorrer no final dos tempos: haverá fomes, e guerras e terremotos em diversos locais, haverá neve e gelo e grandes secas e muitos conflitos entre povos; a blasfêmia, a iniquidade, a inveja, a vilania, a preguiça, o orgulho e a intemperança prevalecerão, de modo que todo homem falará aquilo que lhe agradar. E não haverá paz entre Meus sacerdotes, e farão sacrifícios a Mim com intenção enganosa; e não lhes darei Minha proteção. Naqueles dias, os sacerdotes ficarão admirados com o grande número de pessoas que deixarão a casa do Senhor e se voltarão para atividades mundanas, estabelecendo novos ou violando antigos limites para a Igreja do Senhor.  E reclamarão para si muitas coisas e locais que estavam perdidos, e estarão sujeitos a  César, assim como eles estavam até aquele tempo: pagando Impostos para as cidades, até mesmo ouro e prata e os principais cidadão serão condenados[2] e seus bens trazidos para o tesouro dos reis, que ficarão repletos.

E haverá grande perturbação para todos os povos, e morte. A casa do Senhor ficará desolada, e seus altares serão desprezados, e neles aranhas tecerão suas teias. Os lugares sagrados serão corrompidos, o clero se tornará impuro, o sofrimento aumentará, a virtude será derrotada, a alegria sucumbirá, e a boa vontade não existirá mais. Naqueles dias a maldade se tornará abundante; haverá acepção de pessoas[3], hinos deixarão de ser ouvidos na casa do Senhor, a verdade deixará de existir, a mentira prosperará entre os sacerdotes;  entre eles não se encontrará sequer um homem virtuoso.

De repente, pouco antes dos últimos dias, se levantará um rei[4], amante das leis, que não reinará por muito tempo; ele deixará dois filhos. O nome do primeiro começa com a  primeira letra[5];  o do segundo com a oitava[6]. O primeiro morrerá antes do segundo.

Depois disto, se levantarão dois príncipe para oprimir as nações. Quando o reino estiver sob o domínio deles, haverá grande escassez de alimentos na porção direita do Oriente e nação se levantará contra nação e transporão suas próprias fronteiras.

 

E de novo outro rei surgirá; homem astuto, ordenará que uma imagem de César, feita de puro ouro, seja colocada na casa de Deus para ser adorada; por causa disto  muitos sofrerão o martírio[7]. Então a fé dos servos do Senhor será renovada, a santidade multiplicada e os sofrimentos se tornarão maiores ainda. As montanhas serão confortadas, e deitarão lava candente pelos flancos, de modo que o número dos santos seja alcançado.

Pouco tempo depois, ascenderá ao poder um rei vindo do Oriente, seguidor da lei, que tornará abundantes na casa do Senhor todas as coisas boas e necessárias; ele se apiedará das viúvas e dos necessitados, e ordenará seja concedida ao clero uma dádiva real; seu reinado será de fartura e abundância em todas as coisas.

E depois disto mais um rei se levantará, no sul, e reinará brevemente; durante seu reinado o tesouro  será exaurido para pagamento dos soldados Romanos; e o rei ordenará que os bens dos mais idosos sejam tomados e dados a ele para serem distribuídos.

Depois haverá fartura de milho e vinho e óleo, mas faltará dinheiro, de modo que ouro e prata serão trocados por milho, e muitos serão atingidos pela fome.

Naqueles dias o nível do mar se elevará muito, e os homens não poderão enviar notícias um ao outro. Os reis da terra, e os príncipes e os capitães serão confundidos, e a nenhum homem será permitido falar livremente. Cabelos grisalhos serão vistos na cabeça de jovens, e os mais novos não cederão seus lugares aos mais idosos.

Depois surgirá mais um rei, homem astuto, cujo reinado será curto. Naqueles dias, ocorrerá todo tipo de catástrofe, até mesmo a extinção da raça de homens que habita o Oriente, até a Babilônia. E depois morte e fome e guerra desde a terra de Canaã até Roma. Então todas as nascente e poços ferverão e se transformarão em sangue. O firmamento será movido, as estrelas cairão sobre a terra, o sol se dividirá ao meio como a lua, e esta não mais brilhará na noite. Haverá grandes sinais e  maravilhas naqueles dias, quando se aproxima a vinda do Anticristo[8]. Ai daqueles que constroem, pois não habitarão. Ai daqueles que semeiam nos campos em descanso, pois trabalharão sem motivo. Ai dos que se casam, pois na fome e na miséria irão gerar seus filhos. Ai daqueles que juntam casa a outra casa, e campo a outro campo, pois todas as coisas serão consumidas pelo fogo. Ai daqueles que não cuidam de si mesmos enquanto o tempo ainda o permite, pois daqui em diante serão condenados para sempre. Ai daqueles que voltam suas costas ao pobre quando ele pede.

Porque[9] sou o Alto e Poderoso: sou o Pai de todas as coisas[10],[11] Todo-Poderoso.

Há sete sinais do final deste mundo. Haverá fome em toda a terra e grande pestilência e muita aflição; então todos os homens serão escravizados entre todas as nações, e cairão pelo fio da espada.

No primeiro dia do Juízo ocorrerá grande prodígio. Na terceira hora do dia uma voz forte e poderosa soará no firmamento do céu, e uma imensa nuvem de sangue virá do norte, seguida de fortíssimos trovões e poderosos relâmpagos, e haverá uma chuva de sangue por sobre toda a extensão da Terra. Estes são os sinais do primeiro dia.

No segundo dia soará poderosa voz no firmamento do céu e a terra será deslocada de seu lugar; os portões celestiais se abrirão no Oriente e uma força gigantesca será expelida pelos portões e cobrirá todo o firmamento até a noitinha. Estes são os sinais do segundo dia.

No terceiro dia, por volta da segunda hora, soara novamente a voz no firmamento, e os abismos da terra far-se-ão ouvir-se nos quatro cantos do mundo. O primeiro céu será enrolado sobre si mesmo e desaparecerá. Devido à fumaça e ao mau cheiro do enxofre vindos do abismo os dias permanecerão escuros até a hora décima. E todos os homens dirão “Penso que o fim está próximo, e que todos morreremos.” Estes são os sinais do terceiro dia.

No quarto dia na primeira hora, a terra do oriente se fará ouvir, e o abismo rugirá; então a terra se moverá, atingida pela força de um terremoto. Naquele dia serão derrubados todos os ídolos dos pagãos e desabarão todas as construções humanas. Estes são os sinais do quarto dia.

E no quinto dia, na sexta hora, de repente serão ouvidos fortes trovões; a esfera do sol e todos os seus poderes de luz lhe serão tirados, e as trevas reinarão sobre o mundo até o anoitecer, e então as estrelas não mais terão brilho. Naquele dia, todas as nações detestarão o mundo e desprezarão a vida neste mundo. Estes são os sinais do quinto dia.

E no sexto dia haverá novos sinais no céu. Na quarta hora o firmamento do céu se abrirá de leste a oeste. E os anjos do Paraíso contemplarão. a terra. E todos os homens verão no céu as hostes angelicais contemplando-os do Paraíso e todos fugirão.

 

Versão II: Texto de Bihlmeyer, do Clm. 4563 de Munich (século XI – XII) e Fragmento de Viena

Ouve, ó Tomé, pois Eu sou o Filho de Deus Pai e sou o pai de todos os espíritos. Ouve de Mim os sinais que deverão ocorrer quando chegar o fim deste mundo, quando o fim do mundo cumprir-se, antes que Meus eleitos deixem este mundo. Eu te contarei abertamente estas coisas que deverão acontecer com os homens: mas sobre quando tais coisas ocorrerão, nem  os príncipes dos anjos o sabem, vendo que isto ainda está escondido como estava antes.

Então haverá uma divisão do mundo em partes entre rei e rei, e em toda terra haverá grandes fomes e grandes pestilências, e muitas aflições, e os filhos dos homens serão levados como cativos entre todas as nações e morrerão pelo fio da espada e haverá grande comoção no mundo. E depois disto, quando se aproximar a hora do fim, ocorrerão grandes sinais nos céus durante sete dias, e os poderes celestiais se manifestarão.

Então isto ocorrerá no primeiro dia, o início: na terceira hora daquele dia se ouvirá uma voz forte e poderosa, vinda do firmamento, e do norte virá uma nuvem cheia de sangue; trovões ensurdecedores e relâmpagos fortíssimos a seguirão, e a nuvem cobrirá todo o céu e uma chuva de sangue se despejará sobre a terra. Estes são os sinais do primeiro dia.

E no segundo dia ouvir-se-á novamente voz forte e poderosa, vinda do céu, e a terra será retirada de seu lugar, e os portões do firmamento se abrirão no leste, e a fumaça de imensa fogueira será expelida pelos portões abertos e cobrirá todo o firmamento até a tardinha. Naquele dia haverá terror e pânico no mundo. Estes são os sinais do segundo dia.

Mas no terceiro dia, por volta da terceira hora, soará novamente no céu, e os abismos da terra se abrirão nos quatro cantos do mundo; os pináculos do firmamento serão abertos, e colunas de fumaça se formarão unindo  os abismos e os pináculos, e o ar se enchera de fumaça. Haverá um horrível cheiro de enxofre no ar até a hora décima, e os homens dirão: “Parece que se aproxima o tempo em que morreremos.” Estes são os sinais do terceiro dia.

E na primeira hora do quarto dia, na terra do oriente, o abismo se derreterá e rugirá. Então toda a terra será abalada por um poderoso terremoto. Naquele dia tombarão todos os ídolos dos pagãos e todas as construções da terra, devido à força do terremoto. Estes são os sinais do quarto dia.

Porém na sexta hora do quinto dia, subitamente ouvir-se-á forte trovoada e o sol será tirado de sua esfera e desprovido de sua luz, e haverá grande escuridão no mundo até a tardinha, e o ar será desolador, sem o sol e sem a lua, e também sem as estrelas, que deixarão de brilhar.  Naquele dia todos os povos se verão como em um espelho e desprezarão a vida deste mundo. Estes são os sinais do quinto dia.

No sexto dia, à quarta hora, virá do firmamento a voz forte e poderosa. O firmamento se abrirá do oriente ao ocidente, e os anjos dos céus observarão a terra através da abertura no firmamento. e todos que estiverem na terra ficarão admirados ao ver o exército de anjos fitando-os desde os céus. Então todos os homens fugirão para as montanhas e se esconderão da face dos anjos virtuosos, e dirão: “Abrir-se-á o solo e nos engolirá?” E tais coisas jamais haviam ocorrido desde a criação do mundo.

Estupefatos, observarão Minha volta, vindo dos céus, sob a luz de Meu Pai, com o poder e a honra dos santos anjos. No momento de Minha vinda. a cerca de fogo do Paraíso apagar-se-á – pois o Paraíso é rodeado por uma cerca de fogo. E então um fogo perpétuo consumirá a terra e todos os elementos do mundo.

Os espíritos e almas de todos os homens sairão do Paraíso e virão para a terra; e cada um deles irá até seu corpo, onde este foi sepultado, e dirá: “Aqui jazia meu corpo.” E quando a poderosa voz destes espíritos for ouvida, um terremoto de força espantosa sacudirá o mundo inteiro, e seu poder será tal que as montanhas irão se esboroar e as rochas se partir. Então cada espírito retornará a seu próprio corpo e os corpos dos santos que adormeceram serão levantados.

Depois, seus corpos serão transformados à imagem e semelhança e para a honra dos santos anjos, e no poder da imagem de Meu Pai Santíssimo. Eles serão revestidos com o dom da vida eterna, transmitido pela nuvem de luz que nunca antes foi vista neste mundo; pois esta nuvem desceu do mais alto reino celeste, pelo poder de Meu Pai. E esta nuvem revestirá com sua beleza todos os espíritos que creram em Mim.

Estando todos vestidos, serão levados pelas mãos dos santos anjos, como Eu te havia dito. Serão levantados nos ares e colocados sobre uma nuvem de luz, e Comigo ascenderão jubilosos aos céus. Lá permanecerão na luz de Meu Pai, louvando-O. E lhes será concedida indizível felicidade com Meu Pai e diante dos santos anjos. Estes são os sinais do sexto dia.

E no sétimo dia, na oitava hora, soarão vozes nos quatro cantos do firmamento. E o ar tremerá e se encherá de anjos, que travarão uma guerra entre si durante todo o dia. E naquele dia Meus eleitos serão buscados pelos anjos e salvos da destruição. E todos os homens entenderão que seu fim está próximo. Estes são os sinais do sétimo dia.

Quando os sete dias tiverem se passado, na sexta hora do oitavo dia uma voz doce e suave virá do céu, vinda do oriente. Então será revelado o anjo que tem poder sobre todos os demais; e todos os anjos seguirão adiante com ele, sentados nas carruagens de nuvens de meu Santo Pai, alegrando-se e cruzando os ares abaixo do firmamento para recolher os eleitos que creram em Mim. E todos se alegrarão porque este mundo foi destruído.

Terminaram as palavras do Salvador para Tomé, relativas ao fim do mundo.

[1] A Revelação de Tomé pode ser encontrada on-line (em inglês) em diversos sites. Minha tradução tem como base a versão para o inglês encontrada em James, M. R. ”The Apocryphal New Testament”. Oxford: Clarendon Press, 1924

[2] Aqui termina o manuscrito de Verona; o de Munich continua.

[3] A frase em inglês é there shall be respecters of persons”. O significado de respecter” é “someone or something that is influenced by the social standing, importance, power, or any deterrent put forth by persons or things (used chiefly in negative constructions). Ora, tal coisa não pode ocorrer na Igreja, pois Deus não faz acepção de pessoas (At 10:34, Ro 2:11, Ef. 6:9, Cl 3:25, Tg 2:1, 9, 1Pd 1:17).

[4] Acredita-se que este seja Teodósio, imperador romano nascido na Espanha, Teodósio, cognominado o Grande, governou o Império Romano do Oriente entre 378 e 395 d. C.; eliminou os últimos vestígios de paganismo, pôs fim à heresia ariana no Império, pacificou os godos, tendo reinado no século IV como um soberano justo e poderoso

[5] Arcadius, filho de Teodósio I, morreu em 408.

[6] Honorius, filho de Teodósio I, morreu em 423.

[7] Repete-se a história básica narrada em Dn 3.

[8] ou, alternativamente,

[9] Há aqui uma quebra da narrativa.

[10] ou, alternativamente, “E sabei vós: Sou o Pai Altíssimo: sou o Pai de todos os espíritos.”

[11] O texto da nota anterior é, na verdade, o início de um texto mais antigo e mais curto, e do fragmento de Viena. Neste último, algumas palavras ininteligíveis precedem a frase. Não são todavia as que aparecem no texto de Wilhelm, que é o que está sendo mostrado.