O BRASIL E A CRISE (I) – AS RAÍZES DO MAL

As notícias na área econômica dificilmente poderiam ser piores. Confesso que nos meus 60 anos de vida nunca presenciei uma crise de tamanhas proporções e um clima de tanto pessimismo. A recessão profunda, com um encolhimento de 4.5% do Produto Interno Bruto em 2015, o desemprego recorde, a inflação saindo do controle, tudo isto é péssimo. Mas talvez o mais perigoso e potencialmente explosivo desta crise é a constatação de que o país está sem governo. É como um Titanic à deriva indo de encontro ao iceberg que provocará o naufrágio.

Acuada pela ameaça do impeachment, a presidente Dilma Rousseff revela sua absoluta incompetência para comandar o país em um momento de crise. Dilma é uma figura patética, uma presidente fantasma que vaga pelo país fazendo discursos ridículos sobre a mandioca ou a mulher sapiens, enquanto a economia se desfaz. Transformou a presidência em uma piada, um cargo inútil que poderia estar vago sem que ninguém notasse sua falta.

Quem de fato governa o país? Neste momento me parece que a burocracia profissional toca o dia a dia e os ministros gerenciam suas respectivas áreas conforme lhes parece melhor. A definição das grandes linhas a serem seguidas para tirar o país da crise, a criação de um projeto novo para o Brasil, que seriam responsabilidade do líder, nada disso existe.

Que Dilma era um zero à esquerda, sabia-se desde o início. Designada por Lula justamente por sua insignificância em termos políticos, a ex-guerrilheira tornou-se presidente da então 5ª economia do planeta sem nunca ter sido eleita para algum cargo, nem sequer o de síndica de um condomínio. É de se perguntar como uma figura tão inexpressiva chegou ao Palácio do Planalto.

De fato, não era bem isto o que previa o plano original, a grande estratégia  de destruição da democracia e da liberdade, que orienta o projeto criminoso de uma corrente política para perpetuar-se no poder a qualquer custo.

O plano original da cleptocracia lulo-petista era eleger como sucessor de Lula o corrupto José Dirceu, atualmente cumprindo pena pelos crimes de peculato e corrupção ativa. A bandidagem petista entende a política como o exercício de seu avassalador poder de corromper a tudo e a todos.

Foi apanhada de surpresa quando percebeu que ainda há brasileiros honrados, como o ex-juiz do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa. Graças, em grande parte, à atuação do insigne magistrado, a cleptocracia não conseguiu abafar o escândalo do mensalão, que acabou por inviabilizar as ambições presidenciais de José Dirceu.

 Impossibilitada a candidatura do herdeiro presuntivo, Lula. detentor de imensa popularidade na época, decidiu escolher um candidato sem qualquer expressão política.   Estava ciente de que, assim como Calígula fez de Incitatus senador do império, ele, o imperador Lula, faria de Dilma presidente da República. o que de fato ocorreu.

Durante o primeiro mandato de Dilma veio à tona o gigantesco escândalo do Petrolão,  evidenciando a podridão moral que contamina o Executivo e o Legislativo no Brasil. Sempre fomos um país marcado pela praga da corrupção, mas doze anos de governo petista transformaram o assalto aos cofres públicos em política de Estado. O exercício do poder transformou-se em essência na distribuição de propinas para garantir os apoios necessários.

Esperemos a avaliação da Transparência Internacional para 2015, mas é possível que  o governo petista tenha transformado o Brasil em um dos países mais corruptos do  mundo, senão o mais corrupto de todos.

continua…

Publicado por

joaoazevedojunior

I am a retired electronic engineer. who likes to write about issues that I consider interesting. I welcome your comments and constructive criticism.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s