DEUS NOS LIVRE DE SERMOS COMO A SUÉCIA!

No último post deste blog, intitulado “Até onde chegará a barbárie?” comentei sobre a nefasta influência da “esquerda humanitária” e sua filosofia do “coitadismo”, que transforma o bandido em vítima e, implicitamente, a vítima em culpada pela violência que sofreu.

O grau de imbecilidade e cegueira ideológica de algumas pessoas é inacreditável!  Uma pessoa (?) que se diz chamar “Léa Imperiana” postou no fórum de uma revista que trazia a notícia do assassinato a facadas do médico ciclista no Rio de Janeiro:

“- Uai, quem me garante que estes jovens não roubaram esta bicicleta para trocar por alimentos? A elite carioca adora exibir seus bens materiais caros na lagoa, esfregar na cara dos mais pobres a sua ótima condição financeira, e depois acham ruim que dois jovens, que na verdade são dois anjos sem asas, façam uma justiça social forçada. Graças a Deus temos um governo de esquerda que tá acabando com as desigualdades no Brasil. Pq se fosse na época do FHC teria mortes todos os dias. Hoje no governo do PT vc vê apenas poucos e isolados casos de violência. Com o PT o Brasil mudou para melhor…”

É mais provável que se trate de uma piada de péssimo gosto, mas quem pode afirmar? Albert Einstein disse certa vez: “Somente duas coisas são infinitas, o universo e a estupidez humana, e não tenho certeza quanto a primeira.”

Há alguns meses me parecia estranho como um “esquerdista humanitário” pode conciliar a ideia de que a violência no Brasil de hoje tem como causa principal a “exclusão social” e ao mesmo tempo dizer que  Brasil mudou para melhor.

É inegável que nos últimos anos o Brasil cresceu muito, e houve uma enorme redistribuição de renda, reduzindo a desigualdade e tirando dezenas de milhões de brasileiros da miséria. Ninguém pode contestar que o governo do PT resultou em muitas melhorias nas condições de vida para as pessoas mais humildes.

O que é questionável é o projeto daquele partido para eternizar-se no poder a qualquer custo, transformando a corrupção em prática de governo, numa proporção nunca vista antes, e sua tendência congênita ao autoritarismo.

Mas voltando ao ponto central deste post, se a tese do “coitadismo” fosse verdadeira, a lógica e o bom senso indicam que se deveria encontrar uma correlação negativa entre  fatores “bons” (que apontam para a melhoria das condições de vida da população) e um resultado “ruim” (que reflete a violência da sociedade), a taxa de homicídios por 100.000 habitantes [TH]. Correlação negativa quer dizer que se o fator aumenta (diminui) o resultado diminui (aumenta).

Para testar esta hipótese, levantei uma série de dados econômicos e sociais [1], considerando o período de vinte anos entre 1993 e 2012, que compreende os dois mandatos de FHC, os dois de Lula e quase todo o primeiro mandato de Dilma.

De fato, houve nesses anos um tremendo crescimento da país, um enorme aumento na renda per capita e um crescimento do IDH que chegou a ser qualificado pela ONU como notável.

No entanto, verifica-se, por exemplo, que:
– o PIB (em R$ de 2014) aumentou de 2,84 para 5,37 trilhões; a correlação com a TH é +0.599
– o PIB per capita (em R$ de 2014) aumentou de 18,7 para 27,5 mil; a correlação com a TH é +0,549
– o IDH aumentou de 0,614 para 0,730; a correlação com a TH é +0,729!!!

Ou seja, quanto mais melhoram as condições de vida do povo brasileiro mais cresce a violência. Por isto, Deus nos livre de sermos como a Suécia!

Como conciliar isto com a alegação de que a criminalidade tem como causa principal a “exclusão social”?

Volto a afirmar, ainda com mais convicção: a causa principal da violência no Brasil de hoje é a IMPUNIDADE,  que torna atrativo o caminho do crime.

NOTA EXPLICATIVA:

[1]Foram usados dados  de fontes insuspeitas: (a)  o IBGE para dados sobre o produto interno bruto e a população; (b) Relatório do Desenvolvimento Humano 2013 para informações sobre o IDH; (c) Mapa da Violência 2014 para as TH (d) quando necessário utilizei interpolação linear para suprir dados faltantes; tabela final disponível sob demanda.

Publicado por

joaoazevedojunior

I am a retired electronic engineer. who likes to write about issues that I consider interesting. I welcome your comments and constructive criticism.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s