O Rottweiler – um cão perigoso?

Sou, há muitos anos, admirador desta raça de cães, tanto pelo seu porte vigoroso e altaneiro, como pelo seu temperamento calmo e amigo. Possuo um casal de rottweilers, tendo adquirido o macho (Rico) em Out/2005 e a fêmea (Zecke) em Dez/2007, ambos no Canil Von Olivio de Sorocaba.

Zecke Poncius Von Olivio e Rico Chan Von Olivio

Há muitas histórias sobre o rottweiler, que o descrevem como um animal traiçoeiro e agressivo, dado a atacar até o  próprio dono sem qualquer aviso.

No entanto, tais histórias, que de vez em quando surgem na imprensa, raramente qualificam com algum grau de detalhe as circunstâncias em que se deu o ataque. Assim, vale a pena fazer algumas considerações:

  1. O rottweiler é um cão muito cioso de seu território.
    Se um estranho adentrar a área que o rottweiler considera sua, é praticamente certo que será atacado. E é extremamente difícil defender-se do ataque de um destes cães pois, provável descendente de uma raça de cães pastores utilizados pelas legiões romanas, este animal tem uma habilidade instintiva para evitar pauladas e tiros, assim como seus antepassados evitavam os coices das reses que guardavam.
  2. O comportamento  do cão reflete o tratamento que recebe.
    Um cão negligenciado ou maltratado pelo dono desenvolverá uma agressividade anormal contra o ser humano. Isto é verdade tanto para um pequinês como para um rottweiler, porém o primeiro dificilmente fará uma vítima fatal. Todo e qualquer cão precisa de contato frequente e  amistoso com seu dono, que muitas vezes não é o propietário. Para o cão, dono é  a pessoa que ele considera como “chefe da matilha”, a quem respeita e obedece naturalmente.
  3. Genética e temperamento são fatores a considerar.
    Assim como acontece conosco, o comportamento é influenciado por  uma complexa interação de fatores genéticos e ambientais, sendo quase impossível na maioria dos casos afirmar qual o
    fator determinante de um ato específico. Mas é fora de dúvida que há indivíduos mais nervosos e agressivos do que a média da população, tanto em nossa espécie como entre os rottweilers. Se um criador favorece a procriação dos exemplares que demonstram maior agressividade o resultado é óbvio. Portanto, é importante procurar um criador que selecione seus animais pela conformidade ao padrão da raça e não pela ferocidade. Uma dica: um cão que avança em uma pessoa  durante uma exposição é imediatamente desclassificado; logo, um canil com matrizes e padreadores altamente premiados tende a oferecer animais com temperamento mais calmo.
  4. O rottweiler precisa de espaço.
    Os rottweilers são cheios de energia e precisam de espaço para correr, saltar e brincar; nada os diverte mais do que uma bola de tênis ou um  pneu de borracha maciça. Confinado em um espaço insuficiente, o rottweiler se torna agressivo e pode ocorrer um ataque imprevisto. Tive ocasião de testemunhar o caso de um rottweiler que era utilizado como guarda de uma loja e ficava literalmente enjaulado durante 14 horas por  dia em um espaço de 1m x 2m, sendo solto somente à noite para vigiar o local.  Este cão se tornara uma fera quase incontrolável e representava uma ameaça para o  proprietário da loja e seus clientes e empregados, pois caso escapasse atacaria quem encontrasse pela frente. 

Em conclusão, um rottweiler de boa procedência, tratado de maneira adequada – o que significa atenção e carinho, boa alimentação e espaço suficiente – será um amigo fiel e a possibilidade de um ataque não provocado será diminuta.

Publicado por

joaoazevedojunior

I am a retired electronic engineer. who likes to write about issues that I consider interesting. I welcome your comments and constructive criticism.

46 comentários em “O Rottweiler – um cão perigoso?”

    1. Prezado Isaque,
      Trata-se mesmo de uma tragédia, como tantas que ocorrem no dia a dia. Extrapolando a estatística americana (não encontrei um número confiável para o Brasil), creio que devem acontecer cerca de 120 mortes por ano em todo o nosso país, como resultado do ataque de cães; para comparação, isto é mais ou menos a mesma quantidade anual de mortes provocadas por raios… Sabendo que em nosso país ocorrem 56000 assassinatos por ano (2013), e o trânsito enlouquecido ceifa a vida de mais 43000 brasileiros (dados de 2011), não tenho perdido meu sono preocupando-me com um ataque dos meus rottweilers.
      E o que eu li na notícia é que “… o cão tem porte grande, cor preta e não é totalmente puro da raça pitbull, embora seja esta a raça que prevalece nas suas características.” O que tem isto a ver com o rottweiler? O pitbull é uma raça muito mais agressiva; eu, pessoalmente, não colocaria um cão desta raça em minha casa. E, pior ainda, de acordo com a reportagem, tratava-se de um “sem raça definida”, o que não é muito aconselhável quando se quer ter um animal deste porte. Como digo no texto: ” Portanto, é importante procurar um criador que selecione seus animais pela conformidade ao padrão da raça e não pela ferocidade. Uma dica: um cão que avança em uma pessoa durante uma exposição é imediatamente desclassificado; logo, um canil com matrizes e padreadores altamente premiados tende a oferecer animais com temperamento mais calmo.” O pedigree é uma garantia (não 100%, é claro!) de que o cão terá um temperamento como esperado. E reafirmo, um rottweiler de raça pura, escolhido com o máximo cuidado, tratado com carinho e firmeza, dificilmente atacará o dono. Mas pode acontecer… assim como o raio pode atingir alguém num dia chuvoso.

  1. Eu tenho 13 anos e quero criar um rotwailler fêmea será agredido para min minha família não me ajudará criaria sozinho

    1. Se a sua família não aprova, o cão não será bem recebido e não aceitará como “parte da matilha” as outras pessoas da casa. Numa situação desta, o rottweiler só lhe dará despesas, aborrecimento e preocupação. Não entre nessa!

      1. Tiago, nada na vida é 100% garantido, exceto a morte. Se vc. comprar um animal de boa procedência e cuidar bem dele é muito pouco provável que ele ataque você. mas o risco sempre existe.

  2. Tenho um Casal de Rottweiler, já tive Pastor Alemão, Boxer e até vira-lata, mas nem um se compara ao Rottweiler, super dócil com a família, inteligente e super obediente, eles são territoriais e se entrar um estranho sozinho são realmente perigosos. Quem quer ter um Rottweiler deve ter consciência que deve deixa-lo solto 24 horas, deve brincar com ele, treina-lo, e ama-lo como um membro da família, pode acreditar que não terá melhor amigo, o mais fiel de todos.

  3. Eu tenho um Rottweiler, e apesar no seu tamanho, é muito docil , inteligente, carinhoso e companheiro. O melhor em minha vida. Tanto eu como meu esposo amamos e mimamos demais ele. Eu não gosto que ele fique na terra, tem algum problema colocar brita no terreno onde fica o canil e deixa-lo somente no tablado , brita e onde tem grama? Porque ele faz muito burracos. Ele precisa de contato com terra ? Não vai ficar doente? Ele está com 1 ano e quatro meses 58 KG de pura graça e gostosura .

    1. Oi, desculpe a demora. O que eu posso lhe dizer é que um rottweiler não deve ficar num piso liso; o chão do canil deve ser de cimento, ou outro material que não escorregue. Quanto ao contato com a terra, não sei se é necessário, mas eles parecem gostar. Meu terreno é inclinado e gramado. Cada um dos dois cães fez o seu degrau (cavou um pequeno barranco) na sombra de um arbusto, onde gostam de ficar, deitados direto na terra, principalmente no calor; acho que é mais fresco. Talvez um veterinário tenha uma resposta mais precisa.

  4. tenho vontade d criar um Rottw. mas tenho mendo ,, pois tenho um filho pequeno e não sei se ele atacara meu filho ,, amo essa a raça mas tou com esse medo , o que gerou esse medo quando foi visitar um sites, onde coloca o tal como umas das raças mas perigosas

    1. Prezado, a literatura que conheço traz opiniões divergentes quanto ao convívio do rottweiler e de crianças. Eu pessoalmente não teria um cão dessa raça se houvesse crianças de menos de 12 anos em minha casa. Um cão de 50 kg, mesmo brincando, pode machucar uma criança pequena. Ou a criança, sem ter noção do perigo, pode provocar um ataque, por exemplo mexendo com o animal quando ele está comendo.

    2. Oh a eu tenho uma filha de 5 anos e tenho uma rottweiler minha filha ama ela é a minha cachorra a muito estabanada e ela é acostumada com muita gente e ela é muito amada só que as veze a brincadeira dela não é muito boa pois ela que bula em cima de nos e ela é muito pesada mais eu a ali muito

      1. Prezado leitor(a)
        Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

  5. Tenho uma rottweiler e não trocaria por nenhuma outra raça foi a melhor aquisição que já fiz na minha vida logico que tomo meus cuidados sei da responsabilidade que carrego mais até hoje so deu alegria e esta prenha de um cachorro do mesmo padrão logo teremos mais rotts correndo aqui

  6. Amei este post!!! Eu tenho um filhote de Golden Retriever mas infelizmente não posso ficar com ele. Talvez eu irei o trocar com um outro dono por um Lhasa apso ou um Rottwailler filhote, porém conheço muito pouco de ambas as raças.

    1. Desculpe a curiosidade mais porquê irá se desfazer do seu goden ?É que estou pensando em comprar um?vc indicaria?

  7. Decidi deixar meu comentario, pois cheguei ate aqui porque tenho uma rotwailler femea de 4 anos, peguei filhote,.com apenas um mes de vida. Foi criada com toda minha familia, ia passear na praia conosco, colocavamos.no carro, dormia entre nos e nunca.deu sinal de agressividade.
    Na noite de ontem fui brincar com ela.como de costume. Ela me modeu e machucou minha cabeça.
    Hoje, quase matou a cachorra do meu padrasto do nada, sendo que a mesma convive com ela a 3 anos.
    Nao sei o que fazer… Nao esperava isso dela.
    Ps: é bem tratada, amada pela familia e moramos em uma casa com amplo quintal de 12×80 m.
    Fora que meu padrasto a leva todos os dias na rua para passear.

    Quando a comprei, todos falavam para tomar cuidado com a raça, mas como ela sempre foi muito docil, eu chegava a dizer que isso era caso de cachorro em más condiçoes

    O que fazer no meu caso? Estou com medo da cachorra que tenho como filha.
    Estou sem reaçao.

    Peço ajuda. Desde ja agradeço

    1. Brenda,
      Como escrevi no post, “Em conclusão, um rottweiler de boa procedência, tratado de maneira adequada – o que significa atenção e carinho, boa alimentação e espaço suficiente – será um amigo fiel e a possibilidade de um ataque não provocado será diminuta.” Diminuto quer dizer muito pequeno, mas não significa que seja zero. Sempre existe a possibilidade de que um cão, de qualquer raça, ataque alguém sem nenhuma provocação. Só que no caso do Rottweiler o ataque pode ser fatal. Se o seu cão já está tão agressivo a ponto de atacar o DONO, o pior que você pode fazer é ficar sem reação! Pense no perigo que o animal representa e tome providências imediatas. Procure a ajuda de um veterinário que lhe indicará o melhor caminho a seguir. Infelizmente, pode ser necessário que você se desfaça do animal ou o sacrifique.

      1. Prezado leitor(a)
        Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

  8. Galera tive um Rot em minha família que morreu a 4 meses 😦 por problemas na coluna 😦 posso dizer que vc tratar bem e como cara disse a cima fazer com que ele se sinta da família… ele é praticamente um poodle essa era definição que tinha do Atila um leao na rua e um poodle em casa e outra ele te defende se alguém for para cima de vc… meu pai que nem era o dono mesmo dele mas cuidava como filho se alguém levantasse a mão para ele ja era… ele chega a ser um bobão se vc tratar bem… sério bobão.. a detalhe temos crianças em casa uma que cresceu junto com ele… ela quando criança uns 2 anos batia nele brincando obvio quando ele vinha querer brincar… meu papagaio te juro bicava a cabeça dele e ele nada fazia…. acho que pq tb tinha a mesma idade dele diferença de meses quando chegou…enfim cachoro vai mesmo da criação….

  9. ja tive um doberman que atacou a minha mãe- ela o alimentava todos os dias. Ela levou setenta pontos na cabeça e no braço. Ele foi criado como alguem da familia. Eu não confio mais em animais.

    1. Obrigado pelo comentário. Lamento sua má experiência com o cão; nunca tive um doberman, não tenho muita simpatia por esta raça. Com o rottweiler minha convivência tem sido tranquila, pelo menos até agora.

      1. Eu tenho um Rot, ganhei ele filhote, agora tem um ano e esta gigante, fiz um muro no lado e fundo de casa e fica ele e o viralatinha que tenho juntos, os 2 se dao bem, o peso do rot machuca o viralata nas brincadeiras, mas depende muito do seu tratamento, ele nao gosta de ser cutucado com madeira e de movimentos bruscos as vezes,,, axo q É do instinto dele, mas ele e docil, alegre e brincalhao… Otimo cao !!!!

  10. Eu adquirir um Rottweiler q está com quase 3 meses. Ele por várias vezes rosna e morde quando toca embaixo do peito e cabeça. Fico preocupada Pq tenho filho de 4 anos. Será q ele já está mostrando q será muito bravo e perigoso?

    1. Larissa,
      Já li muito sobre essa questão do Rottweiler e crianças. A maioria dos artigos que eu li dizem que está OK; alguns dizem que não. Se eu tivesse crianças de menos de 12 anos em casa, não teria um Rottweiler, mas isto é minha opinião pessoal. Procure um bom treinador e discuta com ele o comportamento do seu cão. Boa sorte!

      1. Tenho 16 anos d idade, ja tive um Rotwailler posso garantir q essa raça e uma raça de cão muito coidadosa, protetora, gosta muito d receber carinho, tbm de brincar com seu dono, ele cria um laço afetivo muito fácil com o dono certamente quem cuidar com agressividade qualquer cachorro vai receber agressão dele. Intam cuide bem do seu cão sendo ele um pit ou um pitbull, vira lata ou de pedigree.

      2. Prezado leitor(a)
        Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

  11. senhor joãoazevedojunior,por favor poderia me orientar:amigos preciso muito da ajuda,e orientação de voces,eu tenho uma rottweiler cabeça de touro americana,ela esta com 8 meses,vai fazer 9 meses….quando eu souto ela no meu quintal,ela so fica por perto onde eu estou,eu jogo brinquedos para ela,ela fica rondando a casa perto de mim..o problema e que nem sempre eu souto ele,o canil tem muito espaço para ela…..so que quando eu entro no canil,ela vai direto nas minhas mãos e começa a morder nada de rancar pesado essas coisas,eu dou uns tapinhas nela,quando mais tapinhas mais ela morde a boca dela preence minha mão kkkk,eu fico preocupado,eu seguro ela pera orelha e falo não fica,ai ela obedece,mas quando eu souto a orelha dela,ela vem e começa tudo de novo,eu do lado de fora do canil,quando eu entro no canil,ela começa a ficar me pulando,e mordendo as mãos como sempre,eu dou tapinhas,tampãos tambem eu fico nervoso,ela me deixa nervoso,quando eu entro vcs poderiam me explicar passo a passo,ela esta se tornando agressiva? ou ela ainda esta na fase onde seus dentes estão cosando e ela precisa morder alguma coisa no caso minha mão,mas doi a mordida dela,sem ferir,so fica a marca de vermelho no meu braço,quando eu peço ela vem aqui senta no meu colo,ela deita esticase toda eu passo a mao na barriga dela,converso com ela,derrepente ela da um treco,e vira ansiosa e começa a morder as mãos…eu dou de tudo para ela,ração boa,espaço,brinquedos,e eu percebi,que eu tenho dado muitas tapas,nela por ela me deixar nervoso,e não adianta nada…por favor me oriente??amigos do rottweiler??ela fica mais presa em um canil espaçoso,de vez em quando eu souto,porque na minha casa o terreno não terminou de murar…..

    1. Prezado leitor(a)
      Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

  12. Ola amigo, otina postagem.
    Tenho uma paixão enorme por animais da raça alguns amigos tem a anos ótimo animal de guarda e companheirismo. Tenho intenção se ter uma femeá, mas o que me preocupa é que tenho puco espaço para ela, moro em casa sem quintal tudo calçado, cerca de 70 metros quadrados, a intensão é cria-la no patio da casa entre a varanda corredor e garagem (solta). Uma vez que sou solteiro e moro só. O que me aconselha?

    1. Prezado leitor(a)
      Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

  13. Como faço para ele parar de querer entrar dentro de casa! Ele tem 2 mesês e quando brinva com ele,ele so quer,morder,como posso fazer,para ele parar com essa mania???

    1. Prezado leitor(a)
      Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

  14. O meu ta prestes a morrer. Sempreno tratei c carinho. Tem 8,anos ennunca adoeceu nem uma diarreia sequer. Mas agora ta rosnando p mim. Olha diferente. Balança pouco o rabo.. Eu q td dia ponho a mesma comida p ele. Mas ficou perigoso e ta qse no dia dele.

    1. Prezado leitor(a)
      Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

  15. Tenho uma experiência incrível com essa raça ! Acredite quem quiser mais meu cachorro me salvou de um ataque de show show . Por pouco o show show não veio na minha garganta . O cachorro né atacou na rua e qnd meu marido abriu o portão da minha casa pra me ajudar meu cachorro foi mais rápido . Infelizmente meu Urso ( o nome dele ) faleceu .

    1. Prezado leitor(a)
      Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

  16. Eu tenho uma fêmea adulta e tenho um irmão de 6 anos e outro de 3, eles brincam com ela naturalmente, ela é dócil, protetora e se dá bem até com outro cachorro que tenho em casa, é uma raça muito inteligente que sabe bem o que faz, não é a raça, é como você cria!

    1. Prezado leitor(a)
      Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

  17. boa noite meu patrao medeu um filhotinho de rottweiler puro ele ainda esta des mamando quero cria ele des de pikeno no quintal de casa que ja tem outros tres cachoro um pastor alemao um pintir e um vira lata vc acha que vai ter poblema meu quintao tem 533mts muito espasso pra ele corre gostaria de saber se e uma boa??

    1. Prezado leitor(a)
      Tenho recebido uma série de perguntas sobre cães da raça Rottweiler, que tenho tentado responder tomando como base a literatura de que disponho, pesquisas na internet e minha experiência pessoal com esta extraordinária raça canina. Mas não me sinto confortável fazendo isto, pois minha formação profissional é em Engenharia, não em Veterinária. Assim, para todos os que tiverem qualquer dúvida sobre seus cães ou problemas com ele minha resposta é a mesma: procure na sua cidade ou região um profissional qualificado (veterinário ou treinador, conforme o problema) e siga as orientações do profissional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s